O Primeiro Tempo

A partida começou com a Croácia investindo mais na parte ofensiva do que os franceses, porém, sem conseguir levar perigo à meta defendida pelo goleiro Llorris. Aos 17 minutos, após cobrar uma falta sofrida por ele mesmo, Griezmann lançou a bola na área e Mandzukic desviou para o próprio gol, 1×0 França.

Os croatas seguiam buscando marcar gols e, de tanto insistirem, foram premiados com o gol de Ivan Perisic que recebeu a passe do zagueiro Vida e acertou um belo chute, no canto esquerdo do gol francês, 1×1.  Aos 33, após escanteio cobrado por Griezmann na primeira trave, Matuidi tentou desviar para o gol, no entanto Perisic chegou e mandou para corner. A bola tocou na mão do jogador, e os franceses reclamaram pedindo pênalti.

Após longa consulta ao VAR, Nestor Pitana entendeu que houve intenção do croata e marcou pênalti. Griezmann bateu no canto esquerdo de Subasic, fazendo 2 a 1.

(Griezmann celebrando um gol)

A Segunda Etapa

Fazendo o goleiro Hugo Llorris trabalhar, foi assim que o jogo recomeçou. Logo aos 02 minutos, Brozovic recebeu a bola no lado esquerdo e finalizou dentro da grande área, Llorris mandou para escanteio, com uma linda defesa. Em seguida, Perisic tentou aproveitar um lançamento longo, mas novamente Llorris saiu e interceptou a jogada croata. Aos 06 minutos foi a vez da França atacar. Mbappé foi lançado na direita e na velocidade ganhou do defensor, invadiu a área e finalizou, o gol foi evitado por Subasic.

Aos 13, brilhou a estrela de  Pogba que chutou em cima da marcação na primeira tentativa, a bola voltou pra ele e, de perna esquerda, ele fez o terceiro gol francês. Seis minutos depois, depois de grande jogada de Hernández, o jogador revelação da Copa da Rússia dominou e chutou no canto de Subasic, sem chances para o goleiro Croata, França 4×1.

Aos 23 minutos, em um simples recuo de Varane, Lorris  dominou a bola e tentou driblar Mandzukic. O croata chegou firme na dividida e mandou direto para o gol, o que deu um fio de esperança à seleção que estava perdendo, mas a reação parou por aí. A Croácia continuou tentando diminuir a diferença, sem sucesso, entretanto. A França passou a esperar ser atacada para usar o contra- ataque, todavia o placar permaneceu 4 a 2 para os Bleus.

 

Texto: Regis Melo
Foto: Reprodução