(Foto/Reprodução: Internet)

A Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) esteve nas ruas do Centro de Fortaleza para fiscalizar o cumprimento do horário de abertura do comércio na região. Os novos decretos municipal e estadual exprimem que a abertura das lojas do Centro deve acontecer somente a partir das 9 horas.

“Hoje foi o início dessa ação específica, de verificar quais estabelecimentos estão abrindo antes das 9 horas , ainda vamos receber um balanço. Nesse primeiro momento, estamos realizando uma abordagem de caráter educativo. Estivemos com cinco equipes tentando abranger toda a região do Centro. Estamos passando nos estabelecimentos que estão insistindo em abrir antes do horário determinado pelo decreto”, relata Anne Soraya Barreto, gerente de Fiscalização da Agefis-Centro.

Na noite desta quinta-feira, 4 de fevereiro, a operação foi anunciada durante uma live da Prefeitura de Fortaleza. Segundo o coronel Eduardo Holanda, titular da Secretaria Municipal da Segurança Cidadã (Sesec), a cautela pretende melhorar o fluxo da população nos terminais de ônibus, diminuindo aglomerações.

“O setor da construção entra às 7 horas, o funcionalismo e a indústria às 8 horas, o comércio às 9 horas. Dessa forma, vamos espaçar a chegada das pessoas e diminuir as aglomerações, garantindo a segurança e a saúde de todos”, explicou.

Com o anúncio da fiscalização sendo feito menos de 24 horas antes da operação, Leonardo Barbosa, gerente da pastelaria Leão do Sul, afirma que foi pego de surpresa.

“Em relação ao que foi estabelecido no novo decreto, acabou nos pegando de surpresa. Eu não estava sabendo. Já estávamos com nosso horário reduzido, abrindo às 8h30min. Infelizmente, a fiscalização chegou aqui e pediu para baixarmos as portas até as 9 horas”, contou.

A gerente de Fiscalização da Agefis-Centro explica que sanções podem ser aplicadas dependendo de cada situação, mas que, preliminarmente, o objetivo é conscientizar.

“Existem várias medidas sancionatórias, que são aplicadas com base em um caso concreto. Nesse início, o nosso objetivo maior é de orientação e de educação, para que menos aglomerações aconteçam”, disse Anne Soraya Barreto.

Durante o fim de semana, os agentes da Agefis devem continuar realizando operações na Capital. Além do foco em bares, restaurantes e no comércio, a equipe efetuará ações em pontos da cidade que costumeiramente abrigam o Pré-Carnaval de Fortaleza.

“Estaremos nos polos de Pré-Carnaval. Nesse período, estamos em pontos como o Mercado dos Pinhões, na Mocinha, na Praia dos Crush e na Gentilândia fazendo um trabalho de ocupação preventiva. Também vamos aos estabelecimentos comerciais. Estamos recebendo muitas denúncias de aglomerações, principalmente nos finais de semana”, afirmou Soraya.