Foto: Gerência Metropolitana da Cogerh

De acordo com dados divulgados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos do Ceará (Cogerh), o Açude Germinal, no município de Palmácia, Região Maciço de Baturité do Ceará, é o terceiro reservatório a sangrar no Ceará. Ainda segundo o órgão, três açudes estão com a 90% da capacidade e outros 59 açudes estão com a capacidade inferior a 30%.

O açude Caldeirões, na cidade de Saboeiro, foi o primeiro dos 155 açudes monitorados pela Cogerh a atingir 100% da sua capacidade. Ele atingiu o volume máximo no dia 16 de fevereiro. Já o outro reservatório a sangrar foi o Batalhão, em Crateús, na última segunda-feira.

O Germinal reforça o abastecimento das cidades de Palmácia e distritos de Pacoti. Segundo a Cogerh, no último 1.º de fevereiro o reservatório estava com cerca de 88% de volume.

Situação dos maiores reservatórios

O Castanhão está com apenas com 10,34% da sua capacidade preenchida. Ele é o maior reservatório do Ceará e um dos responsáveis pelo abastecimento da capital e Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O segundo e o terceiro maior açude do Ceará também estão com nível crítico. O Orós está com 20,84% da sua capacidade, enquanto o Banabuiú tem 8,34%. Os dados foram retirados do Portal Hidrológico do Ceará na manhã desta quarta-feira (3).

Com informações do G1 Ceará