Foto: Reprodução

Um casal de turistas paraibanos envolveu-se em uma confusão na entrada da Vila de Jericoacoara, no último domingo (21). A ação ocorreu quando eles foram abordados por funcionários da prefeitura do município  durante o controle de entrada e saída de turistas e veículos no local.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra a turista discutindo com uma funcionária que trabalhava na fiscalização. “Eu não estou de favor nesse lugar. Se quiser, que entre. Se não quiser, que me mande embora. Você está entendendo?”, bradou a mulher ainda dentro do carro.

“Uma m…. de um estado velho desse. Eu vim aqui para consumir. Para dar crédito a vocês, e me tratam dessa b….? Vai para lá, eu morro de trabalhar, atender boca podre, para ser tratada desse jeito? Abre esse caral** aqui, abra!”, grita a turista,  acrescentando que “na Paraíba não existe isso, não”, disse a mulher alegando ser dentista.

Em seguida, ela sai do carro e segue com os xingamentos enquanto se aproxima dos funcionários. “Eu paguei lá atrás para estar nesse caral** aqui, tá bom? Porque trabalhei a semana toda, contribui com meus impostos para poder estar aqui dando privilégio para vocês, e vocês querendo me tratar como uma vagabunda? Eu sou uma dentista, minha querida!”, esbraveja antes de voltar para o veículo.

O homem que a acompanha dá partida no automóvel e anda alguns metros antes de a gritaria prosseguir. “Eu não faço nenhuma questão, eu não faço”, assevera a mulher, pontuando que uma funcionária “foi super ignorante”.

Restrições

Segundo Francisca Luana dos Santos, funcionária da prefeitura, diz que o casal se recusou a mostrar o documento da Taxa de Turismo Sustentável – que é necessária para a entrada na vila – e tentou entrar no local com carro particular, o que é proibido.

“Notadamente alterada, a visitante desacatou os servidores que estavam a serviço da prefeitura, sendo conduzida por policiais até a delegacia. No vídeo, é possível ver a turista proferindo palavras de ofensa contra a funcionária, que registrou um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) contra o casal”, disse a Prefeitura de Jericoacara em comunicado.

Com informações do Diário do Nordeste