CulturaEventosTeatro

O regresso dum barquinho de papel faz segunda temporada em março

Espetáculo infantil que aborda gênero e infância volta em cartaz, na Casa Absurda

Depois de fazer primeira temporada em fevereiro de 2019, no Palco Principal do Theatro José de Alencar, com ótima receptividade do público, o espetáculo para a infância “O Regresso dum Barquinho de Papel” retorna em cartaz. A peça nos traz a história de Beto/Beta, criança que vive em um vilarejo sem água e sem outros habitantes além de sua bisavó e a cadelinha Baleia. No universo fantástico da obra, a criança é menino nos minutos pares e menina nos minutos ímpares.

Nossa fábula contemporânea se passa num sertão mítico e místico, onde as lendas são possíveis. Durante o processo de pesquisa do espetáculo, o Cangaias Coletivo Teatral chegou a revisitar algumas animações japonesas por perceber uma certa similaridade na trama. Um dos filmes foi Meu Amigo Totoro, do Miyazaki. Nas duas obras, há a amizade de um misterioso bicho gigante com uma criança. A peça se utiliza dessa relação para abordar a importância do cuidado com os seres vivos e a natureza. O diretor Luis Carlos Shinoda foi adaptando então a obra que deu origem ao espetáculo, o texto “O Braço do Pai”, de Rafael Barbosa, premiado no VII Concurso Nacional Jovens Dramaturgos do SESC.

De modo sutil, é possível também extrair entre as temáticas do espetáculo, a questão de gênero na infância.  “Enquanto discurso, notamos que o trabalho que fomos desenvolvendo naturaliza a mudança de gênero daquela criança a tratando como um ser daquele universo fantástico, daquele vilarejo que é capaz de abrigar as mais fantasiosas criaturas. Deixamos os espectadores livres para construírem junto com a gente a identidade daquela personagem”, ressalta Gabi Gomes, atriz do espetáculo. O tema constrói um cenário para a discussão que está tão em pauta na contemporaneidade, quando esteriótipos aprisionam as crianças em caixinhas, dividindo as cores que podem usar, os brinquedos, as roupas, o comportamento e os sonhos de cada uma.

O espetáculo não é um conto de fadas e não se obriga a ter um final feliz, mas traz às crianças e aos pais temas importantes de serem debatidos desde cedo, podendo render bons diálogos em família. Para conferir, basta ir à Casa Absurda, aos domingos de março, a partir do dia 10, às 17h. Os ingressos, que custam R$ 20 (inteira) poderão ser adquiridos 1h antes das apresentações.

SERVIÇO
Segunda Temporada do espetáculo infantil O regresso dum barquinho de papel
Data: Dias 10, 17, 24 e 31 de março
Horário: 17h
Local: Casa Absurda (Rua Isac Meyer, 108 – Aldeota)
Valor: Ingressos R$20 (inteira) / R$10 (meia)

Foto: Divulgação/ Tim Oliveira

Tags
Exibir Mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Rádio
Fechar
Fechar