Foto: Rafaela Duarte

O motorista, que oferece serviço de “táxi amigo” da Capital para o interior, estava na Avenida Bezerra de Menezes, nas proximidades do Terminal Rodoviário do Antônio Bezerra. Ele já estava com dois passageiros, entre eles uma mulher, quando duas pessoas negociaram uma carona paga, fechando assim o número máximo de ocupantes do carro antes de seguir viagem.

No trajeto, um dos criminosos afirmou ter vontade de ir ao banheiro e pediu que o motorista parasse o veículo. “Quando entrei na BR-222, ele disse para eu parar o carro, bem-educado“, disse o motorista, que chegou a sugerir que parassem num posto de gasolina para tal, porém acabou cedendo. Momentos depois, ele foi rendido pelos bandidos, que portavam uma faca, e foi mandado para o banco de trás, ficando com os dois passageiros. Os criminosos seguiram conduzindo o automóvel.

Por apresentar um problema no pneu na altura do bairro Nova Metrópole, os criminosos precisaram realizar um reparo na Rua José Marinho, no bairro Araturi, na qual havia um matagal. Os dois bandidos, então, deixaram o veículo — no qual foram trancados o motorista e os dois passageiros — e foram abordados por membros de uma facção criminosa. A dupla teria se apresentado como procedente de outro bairro.

De acordo com testemunhas, os integrantes da facção dispararam tiros de arma de fogo contra a dupla. Um dos homens que se passaram por passageiros foi morto no confronto, enquanto o outro fugiu com o celular da passageira que estava no veículo. Os integrantes da facção fugiram após a ação. Nenhuma das pessoas foi identificada. O motorista e os dois passageiros não foram feridos.

Policiais militares de Caucaia realizam buscas com o intuito de localizar o segundo suspeito da tentativa de assalto. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil do Ceará (PCCE), e a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) investigam o caso.

Com informações do Diário do Nordeste