Foto/Reprodução: Internet

Nesta sexta-feira, 19 de fevereiro, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu deixar indisponíveis os perfis do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) no Instagram, no Facebook e no Twitter. A ordem de bloqueio das contas em razão de um vídeo divulgado pelo o parlamentar com ataques aos integrantes da Corte e em defesa da ditadura militar.

A assessoria de imprensa do deputado informou que as contas foram fechadas e falou em censura.

“O Instagram do deputado Daniel Silveira foi totalmente fechado para seus seguidores, ou seja, CENSURADO. Estamos testando as demais plataformas”, diz um informe publicado no Twitter minutos antes do perfil também ser retido.

O Twitter disse apenas que cumpriu a ordem judicial. Os perfis não foram excluídos, apenas suspensos e podem ser reativados depois.